Monumentos Históricos Brasil: Fortaleza de São João

Fortaleza de São João


Estado: Rio de Janeiro (RJ)
Cidade: Rio de Janeiro
Região: Sudeste


Fortaleza de São João

A fortaleza de São João da Barra do Rio de Janeiro, também referida como Fortaleza de São João ou Forte São João, localiza-se no lado ocidental da barra da baía da Guanabara, no atual bairro da Urca, na cidade e estado brasileiro do Rio de Janeiro.

É atualmente, em virtude do Decreto n° 7.809 de 20 de setembro de 2012, sede do Centro de Capacitação Física do Exército/Fortaleza de São João, unidade do Exército Brasileiro subordinada ao Departamento de Educação e Cultura do Exército.

A fundação da Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro está intimamente ligada à Fortaleza de São João, na Urca. Formada pelos fortes-redutos de São Martinho, São Teodósio, São José e São Diogo. Nesse local, em 1565, Estácio de Sá desembarcou com sua tropa numa praia entre o Pão de Açúcar e o morro Cara de Cão, para reintegrar a ocupação territorial de Portugal, levantando um fortim.

Os portugueses perceberam que para defender a terra, seria necessário criar uma povoação junto à Guarda de Defesa da Baía de Guanabara. Ampliada e reforçada através dos anos, recebeu oficialmente o nome de Fortaleza de São João em 24 de junho de 1618.

A Fortaleza de São João e as Baterias de São José e de São Teodósio foram edificadas sobre a península oeste da barra, totalmente inacessível através do seu costão externo e de acesso dificultado pelo escarpado do morro na parte posterior.

Um conjunto de 17 casamatas de pedra lavrada, com 1.40m de espessura, encimado por parapeito de granito e complementado por um grande paiol em forma de abóbada, foi construído durante o Império. Na República, a Fortaleza de São João recebeu armamento moderno, mas as obras previstas, não foram executadas.

Sucessivos governos mantiveram a fortaleza guarnecida por vários Grupos de Artilharia de Costa até 1991, honrando a memória de Estácio de Sá e dos heróis combatentes que deram berço à Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Atualmente, funciona ali a Diretoria de Pesquisa e Estudo de Pessoal (DPEP) e a Escola Superior de Guerra.

Os visitantes procuram a fortaleza por sua riqueza arquitetônica, pela paisagem da Baía de Guanabara que se descortina em vários ângulos do percurso, mas, sem dúvida, o local atrai pelo valor histórico do "sítio" onde se originou São Sebastião do Rio de Janeiro, tendo ao lado um dos maiores monumentos que a natureza doou à cidade, Morro do Pão de Açúcar.

Um conjunto de 17 casamatas de pedra lavrada, com 1.40m de espessura, encimado por parapeito de granito e complementado por um grande paiol em forma de abóbada, foi construído durante o Império.

Fortaleza de São João, com suas baterias e edifícios dispostos organicamente, acompanhando a encosta;
a "casa da Pólvora", no topo do morro atual "bateria Elevada".

Entre as atrações do forte, destacam-se: uma cela onde Tiradentes teria estado detido no final do século XVIII e o marco de fundação da cidade que, visto de cima, forma uma cruz de malta.

Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Monumentos Históricos Brasil - OpenBrasil.org
Página anterior Próxima página